Vai mudar de país? O que levar em consideração.

Atualizado: Fev 20

Esses dias saiu uma notícia que dizia que 91% dos brasileiros têm vontade de deixar o país. Bom, opinião política à parte, não é algo difícil de entender, né? A falta de segurança e de qualquer outro serviço público de qualidade e com pouca perspectiva de melhora nos dá mesmo vontade de perseguir nossos sonhos em outro lugar do planeta.


Nessa mesma pesquisa foram citados os Estados Unidos, Canadá e Portugal como países mais desejados pelos potenciais emigrantes.


Claro que todos esses países tem um índice de desenvolvimento mais alto que o Brasil e tem serviços públicos de qualidade superior também, mas você já pensou em outros aspectos da vida de imigrante?


Se você está no começo da vida profissional ou ainda não começou uma família, essa decisão pode ser mais simples, mas ainda assim não será fácil.

Adaptar-se às novas culturas e línguas não é uma tarefa tão simples quanto parece. Lógicas como “Gosto de filmes americanos e hambúrguer, logo vou me dar bem nos Estados Unidos” ou “Adoro a ideologia política social de Portugal e já falo o português, então vou gostar de morar lá...” são uma completa furada!


Se você já tem uma vida profissional estruturada e vai viajar de mala e cuia... vixe!... Aí sim tem muita coisa a considerar!


Já pensou que talvez simplesmente não consiga se recolocar profissionalmente na sua área? Pode ser que seu currículo não seja interessante o bastante para as empresas no novo país ou simplesmente que lá seu diploma não seja reconhecido. Ou ainda, que você pode conseguir o emprego tão desejado na sua área, mas que o salário no novo país não permita tantos luxos para você e sua família como era no Brasil?


Já pensou que seu filho, marido ou mulher, podem ter dificuldades de adaptação? Seja na escola ou simplesmente porque não conseguem fazer novos amigos?


Já parou para pensar que talvez sem ajuda da família ou de uma empregada doméstica como acontecia no Brasil talvez uma pessoa do casal não consiga trabalhar para poder cuidar dos filhos?


Não sendo pessimista, mas tudo isso tem que ser muito bem pensado e pesquisado! Analisem muito profundamente sobre a vida financeira, profissional, pessoal, social, o que tem e o que esperam. Coloquem em xeque valores: Segurança x Família ou Vida Social x Espaços Públicos de Lazer


Busquem respostas verdadeiras dentro de vocês: Vocês estão insatisfeitos a esse ponto com com o Brasil? Não está feliz com seu emprego? Não está decepcionado com sua família? Porque para essas últimas perguntas talvez a solução seja outra que não mudar de país.


Mas se você chegou até esse ponto do texto e ainda está decidido a mudar-se: Parabéns!! Você refletiu bem e tomou uma decisão que de qualquer forma será uma experiência incrível! E com todos os poréns acima, claro que pode dar certo!


E a chance de dar certo será ainda maior se você se preparar para esse grande passo e planejar muito!


E com planejamento a LIVINGPORTO também pode te ajudar. Você conhece o nossos serviço Planejar, Chegar e Morar?


Com ele nossa time vai acompanhar de perto todo o seu planejamento migratório, oferecer ferramentas para você se organizar financeira e logisticamente, fazer consultorias mensais para tirar todas as suas dúvidas e te ajudar não sair da rota e ainda deixa tudo pronto para sua chegada em Portugal, alugando o seu imóvel, obtendo o seu NIF e te esperando no seu novo lar com seus chips novos de celular e o wi-fi pronto para você se conectar!


Se quiser contar com essa tranquilidade e segurança na sua mudança, fale conosco.



306 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo